20 de dez de 2014

Boas festas!

E mais um ano se finda!
Esse ano foi cheio de acontecimentos importantes no nosso grupo de pesquisa! Contamos com defesas bem sucedidas de mestrado, qualificações, novos membros e, para encerrar com chave de ouro, o 4º Colóquio de Pesquisas em Educação e Mídia que deu muito trabalho, mas foi muito gratificante para toda a equipe!
Nesse clima de alegria e realizações desejamos a todos um feliz Natal e um ano novo de muitas conquistas e muita paz!
São os votos dos membros do grupo de pesquisa Cinenarrativas

Parte dos membros do grupo de pesquisa Cinenarrativas

Notícias do 4º CEPEM

Alguns momentos dos lançamentos
No último dia do Colóquio, dentre outras atividades, contamos com lançamentos de diversos livros da área de mídia e educação. Alguns dos autores estavam presentes e se dispuseram a uma tarde de autógrafos.
Foi um grande sucesso e muitas pessoas prestigiaram esse momento.

Poster dos livros lançados 


17 de dez de 2014

Cinenarrativas no 4º CEPEM

O segundo dia do Colóquio foi dedicado a grupos de debates onde diversos grupos de pesquisa se reuniam para trocar conhecimentos e, quem sabe, até firmar parcerias a partir de seus interesses. Claro que o Cinenarrativas não deixaria de marcar presença nesse momento do evento! Estando no Grupo de Debates 3, juntamente com os grupos de pesquisa NICA e LABORAV, a professora doutora Adriana Hoffmann Fernandes, as mestres Lucineia Batista e Joana Milliet e a mestranda Renata Gazé representaram muito dignamente nosso grupo de pesquisa.

Acima todo o Grupo de Debates 3, incluindo as integrantes do Cinenarrativas; abaixo as mestres Joana Milliet, Lucinéia Batista e a mestranda Renata Gazé

O terceiro e última dia iniciou com uma plenária dos grupos do dia anterior. À tarde contamos com a participação super especial dos professores Valerio Fuenzalida, da Universidade Católica do Chile, e Jose Maria Gonçalves, da Universidade Aberta do Porto, para um momento de reflexões sobre pesquisas em educação e mídia.

Momento da mesa de reflexões com os professores Valerio Fuenzalida, Adriana Hoffmann e Jose Maria Gonçalves

4º Colóquio de Pesquisas em Educação e Mídia

Nos dias 2, 3 e 4 de Dezembro aconteceu o 4º Colóquio de Pesquisas em Educação e Mídia (4º CEPEM). Nosso grupo de pesquisa participou ativamente da organização desse evento que contou com outras universidades. Nas fotos abaixo podemos observar vários momentos do evento em que membros do Cinenarrativas e demais participantes da organização trabalharam.

Acima à esquerda está parte da equipe que participou da organização pré-colóquio; abaixo à esquerda vemos quase todos os membros da equipe de organização e os dois professores convidados; à direita acima estão as meninas que ficaram no credenciamento de abertura do evento; abaixo estão integrantes do grupo de pesquisa; abaixo a equipe de credenciamento no dia dos grupos de debates  


Segue abaixo a programação resumida do 4º CEPEM.


Para fotos e mais informações sobre como foi o Colóquio visite as páginas do evento na internet



17 de nov de 2014

Convite para o VI Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)biográfica (VI CIPA)


Nos dias 16,17,18 e19 de novembro será realizado o VI Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)biográfica (VI CIPA) que será promovido em parceria com a Associação Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica (BIOgraph). O local do evento é a Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
O evento será repleto de atividades muito interessantes, inclusive as apresentações de integrantes do nosso grupo de pesquisa!
Seguem abaixo as informações das apresentações das integrantes do nosso grupo para que todas possam prestigiar!





Mais informações consultem a página do evento pelo link http://vicipariodejaneiro.com.br/
Estão todos convidados!
Não percam!

26 de out de 2014

Notícias da ANPED Sudeste

Nossas representantes na ANPED Sudeste: Margareth Olegário, Lucy Anna Diniz, Jamila Guimarães, Renata Gaze, Joana Milliet e Aline Flores

Aconteceu de 12 a 15 de outubro o 11 Encontro de Pesquisa em Educação da Região Sudeste, desta vez na Universidade de São João Del-Rei, em Minas Gerais. É um dos mais importantes eventos da área de Educação e conta com a participação de 50 programas de pós-graduação, 1235 docentes e 5885 discentes. A UniRio estava presente e o grupo CineNarrativas apresentou suas pesquisas e estudos sob as formas de comunicação e posters. Uma grande oportunidade para conhecer pesquisas dos colegas da área, trocar conhecimentos e oxigenar idéias.
O Encontro passa por 9 eixos temáticos e nosso grupo ouviu e conversou com colegas e professores que estavam inscritos nos eixos “Pesquisa, Artes, Mídias e Educação” (onde os trabalhos do nosso grupo CineNarrativas também estavam presentes) e “Pesquisa, Leitura, Escrita e Educação”. Percebemos ouvindo as pesquisas que muitos caminhos se cruzam e essa é uma das maiores riquezas de se fazer pesquisa.
Foram muitas as pesquisas e muitas as conversas, além de mesas de debates, bate papo na feira de livros, um café na cantina com um colega de outro estado e por aí vai. Boas trocas que podem trazer sempre novas possibilidades de pensar e olhar para o fazer pesquisa na educação.

Valeu a experiência!

Renata Gaze

Jorge Furtado no Festival do Rio

Integrando a programação do Festival do Rio, no dia 27 de setembro o diretor Jorge Furtado falou um pouco sobre seu trabalho como diretor, sobre cinema e TV.
Nascido em Porto Alegre, Furtado abandonou a faculdade de medicina para dedicar-se à arte cinematográfica. Para ele, o cinema é uma linguagem que não necessita de pré-requisitos para ser compreendida, pois os códigos da imagem possuem uma leitura universal.
O diretor falou ainda dos limites do cinema e da linguagem audiovisual: a forma – retangular, a duração, o custo e o trabalho de equipe. Ele critica diretores que colocam nos crédito de suas produções “um filme de”, pois o filme é uma produção coletiva, existem muitas pessoas envolvidas na sua produção e execução.
Como diretor de produções audiovisuais para TV e cinema, Furtado comentou que a diferença entre as duas linguagens não está no modo como são produzidas, mas na forma como são assistidas: ver filme no cinema é uma ação coletiva e possui uma tensão e atenção diferenciada de quando se assiste TV e cita uma fala irreverente de Louis Buñuel defendendo que “o filme deve respeitar a inteligência e a bexiga do espectador”. De forma breve, foram apresentados os elementos da linguagem cinematográfica: personagem, cenário, enquadramento, luz, duração, movimento, som, falas, ação dramática, plano e corte. Ele ainda insere um décimo segundo elemento que seria o parafilme, ou seja, qualquer tipo de informação prévia que o espectador tem sobre o filme.

                                                                            Jorge Furtado. Foto: Conrado Krivochein

Jamila Guimarães

11 de out de 2014

Aulas abertas em parceria com o CINE CCH e a pesquisa

Mais uma novidade imperdível para os meses de outubro e novembro. 

Acontecerão nesse período, em determinadas segundas, aulas abertas de Imagem e Educação. 

Essas aulas são produto de uma parceria entre  o ensino na disciplina de pedagogia, o projeto CINE CCH e o grupo de pesquisa Cinenarrativas. Conta com a participação das mestres, mestrandas e convidadas da pesquisa e o projeto de extensão.


Estão todos convidados!

Não percam!



Nosso grupo de pesquisa na Anped Sudeste

O grupo de pesquisa Cinenarrativas estará muito bem representado na Anped Sudeste pela nossa professora coordenadora Adriana Hoffmann Fernandes, as mestres Joana Sobral Milliet e Érica Rivas Gatto, as mestrandas Renata Gazé e Margareth Olegario e pelas graduandas Aline Flores Delfino e Lucy Anna Diniz. 

Seguem as informações das apresentações para que todos possam prestigiar! 




26 de set de 2014

Mostra Geração - 15 anos


Nessa quinta-feira (25/09) começou a Mostra Geração que comemora esse ano seu 15º aniversário. Para abrir o festival foi exibido o filme Maria e o Homem Aranha no Estação Rio 1.

O festival se encerrará no dia 08 de novembro e ao longo desse período ocorrerão encontros em diversos locais do Rio de Janeiro, como o que será realizado no sábado (27/09) no CCBB onde contaremos com a presença do diretor Jorge Furtado para uma aula magna.



Para mais informações e acesso a programação completa visite a página do festival pelo link: http://mostrageracao.blogspot.com.br/


III Festival Imagens EMdiálogo


Estudantes matriculados no ensino médio em escolas públicas de todo Brasil podem participar do III Festival de Imagens EMdiálogo. 

O tema dessa edição do festival é "Uma escola sem muros" e os participantes devem enviar vídeos de até 5 minutos.

As inscrições foram prorrogadas até o dia 10 de outubro. Para se inscrever e obter mais informações visite o site do festival pelo link: http://www.emdialogo.uff.br/festival/2014


25 de set de 2014

Grupo participa de Oficina de fotografia

Nesse mês de setembro uma das atividades realizadas pelo grupo de pesquisa foi a participação na oficina do Projeto de Filosofia do prof Dalton da UNIRIO. A oficina teve grande participação tando do nosso grupo como de outros interessados e foi ministrada por duas professoras da UFRJ: Aline Monteiro e Angela Santi.

Trazemos aqui a foto ao final com todos os participantes.



Quem quiser maiores informações sobre esse projeto Filosofia na sala de aula acesse a página do facebook do evento com a programação.
https://www.facebook.com/events/764352456939397/?ref_dashboard_filter=upcoming

Adriana Hoffmann

5 de set de 2014

11.09 - Mesa no Fórum Pensar a Infância


Semana que vem, no dia 11 de setembro teremos uma mesa especial no Fórum Pensar a Infância com a participação de nossa querida Joana Milliet, que recentemente defendeu o Mestrado pela UNIRIO e é integrante de nosso grupo de pesquisa. Joana falará do trabalho do AnimaEscola e também um pouco da pesquisa que acaba de concluir.

Abaixo colocamos a programação da mesa e também o link do site do Fórum Pensar a Infância.
14H - Mesa: O CINEMA FEITO POR CRIANÇAS

A prática do fazer cinema espalhada em diversas escolas e oficinas tem transformado o aprendizado cinematográfico em um espaço social aberto à realização de histórias e construção de conhecimento. Nesta mesa projetos que ensinam técnicas audiovisuais às crianças debatem suas metodologias.

Ana Dillon, coordenação do projeto Imagens e Movimento no Brasil.
Daniela Gracindo, criadora do projeto Pequeno Cineasta.
Marcos Magalhães, diretor do Anima Mundi.
Joana Milliet, coordenadora do projeto Anima Escola.

Mediação: Cristiane Arenas, cineasta e roteirista, foi coordenadora do Programa Rumos Educação Cultura e Arte do Itaú Cultural.
Maiores informações no site:

2 de set de 2014

3 a 5 de setembro - Seminário na Pós-graduação em Educação da UFS

Nessa semana estaremos participando do Seminário NPGED na Universidade Federal de Sergipe que comemora os 20 anos do Programa de Pós. Vejam o cartaz e o link do evento com a programação.

Para maiores informações acessem o link: http://npged20anos.com.br/programacao.php

Adriana Hoffmann

Notícias da qualificação da pesquisa "Filmes com áudio-descrição: narrativas dos jovens com deficiência visual"

Margareth fazendo sua apresentação

A banca de qualificação de Margareth de Oliveira Olegario, aconteceu no dia 26/08/2014 e teve como componentes da mesma os professores: Aristotelis Berino (UFRRJ), Edmea Santos (UERJ), Lúcia Pralon (UNIRIO) e Adriana Hoffmann Fernandes, orientadora (UNIRIO). 

A banca composta por Lúcia Pralon (UNIRIO),Adriana Hoffmann Fernandes, orientadora (UNIRIO),Aristotelis Berino (UFRRJ) e Edmea Santos (UERJ)

A referida banca, salientou a importância acadêmica e social do trabalho e apontou caminhos para o curso da pesquisa, indicando referências bibliográficas e trazendo sugestões para a análise e continuidade do campo da pesquisa, intitulada: Filmes com áudio-descrição: narrativas dos jovens com deficiência visual.

Margareth Olegario

30 de ago de 2014

Notícias da qualificação da pesquisa "Crianças e suas narrativas audiovisuais: o caminhar da pesquisa"

No último dia 20, na UniRio, aconteceu a banca de qualificação de mestrado de Renata Gazé, com a apresentação da pesquisa em processo “Crianças e suas narrativas audiovisuais”. O grupo de pesquisa CineNarrativas marcou presença e também recebeu as professoras da banca com carinho e admiração. Na banca estavam a professora Adriana Hoffmann Fernandes, orientadora de Renata Gazé, e as professoras convidadas Rita Ribes Pereira, do Programa de Pós Graduação em Educação da UERJ, e Claudia Miranda, do Programa de Pós Graduação em Educação da UniRio.


A pesquisa busca investigar a relação de apropriação das narrativas audiovisuais por crianças de 8 a 11 anos, através de oficinas de criação e produção de audiovisual, utilizando-se como metodologia a pesquisa-intervenção.
Hoje, as crianças são reconhecidas como autoras e produtoras das suas histórias, podem narrá-las através de áudio e vídeo e podem disponibilizá-las e transmiti-las também através das redes sociais da Internet, além das telas da tevê e do cinema, atingindo um público relativamente grande e com baixo custo. E então como as crianças se relacionam com este vasto universo envolvendo sons e imagens? Como adquirem conhecimentos específicos para lidar com essas narrativas e para construir as suas próprias a partir do que vêem nas telas? Que experiências trazem a partir do que vivenciam como receptoras e produtoras de cultura? Como isso aparece ou se relaciona com as suas produções?




Refletindo e tentando responder estas perguntas, a pesquisa em processo situa-se no campo dos debates sobre mídia e educação e sob a orientação teórico-metodológica dos Estudos Culturais latino-americanos. Baseia-se inicialmente nos conceitos de cultura e narrativa, entendendo a infância como protagonista desse processo. Foram realizadas oficinas, onde as crianças criaram e produziram narrativas audiovisuais e também foram realizadas entrevistas individuais com estas mesmas crianças. As percepções da pesquisadora até o momento foram expostas para a banca e foi possível pensar junto, ouvir e trocar impressões com as professoras, que por sua vez avaliaram que o material trazido e mostrado até aqui já indica que o campo foi suficiente e que a partir de agora vale um aprofundamento e uma exploração com novos olhares para este material, para assim concluir a pesquisa.
Renata Gazé

28 de ago de 2014

Notícias da defesa da pesquisa "Pedagogias da animação: professores criando filmes com seus alunos na escola"

Momento da defesa

No dia 18 de agosto tivemos mais uma defesa de mestrado em nosso grupo. A aluna Joana Milliet defendeu sua dissertação intitulada Pedagogias da animação: professores criando filmes com seus alunos na escola.
A sala de mestrado ficou lotada com a plateia interessada no trabalho. Na banca estavam presentes as professoras Carmen Sanches (UNIRIO), Adriana Frequet (UFRJ), o professor Pedro Garcia (UCP), além da orientadora da pesquisa, Adriana Hoffmann Fernandes.
Ouvindo os comentários da banca

O objetivo principal da pesquisa foi pensar sobre a possível criação de uma pedagogia da animação por parte de professores que realizam filmes de animação com seus alunos na escola. O termo pedagogia da animação, surge do pressuposto de que há gestos pedagógicos nos modos de fazer cinema e que cada professor desenvolve uma pedagogia própria a partir das escolhas feitas durante o processo de criação dos filmes de animação com seus alunos.   
A pesquisa realizada teve como sujeitos quatro professoras da rede municipal de educação do Rio de Janeiro que produzem filmes de animação com seus alunos em suas escolas. A metodologia utilizada foi a pesquisa-intervenção, baseada em entrevistas semiestruturadas e relatos feitos pelos professores sobre o desenvolvimento das animações; dinâmicas propostas ao grupo de professores durante encontros presenciais, entrevistas e textos das professoras já publicados sobre o assunto, sempre em diálogo com os filmes produzidos.
Joana com duas das professoras que participaram da sua pesquisa

A análise dos processos de realização dos filmes procurou enfatizar as sutilezas criadas pelos professores em suas formas de trabalho muito próprias, que geraram suas pedagogias da animação. A pesquisa buscou pensar a dimensão formativa do cinema no contexto escolar, foco das discussões em nosso grupo de pesquisa. Dimensão essa que pode ser percebida em diferentes ações, por diversos caminhos, mas que na pesquisa proposta se deu através do olhar sobre invenções e escolhas capitais dos professores para proporcionar a criação de filmes de animação na escola.
Entre os principais achados da pesquisa, destaca-se: as novas formas possíveis de narrar na contemporaneidade – sendo a narrativa elemento constituidor da dimensão humana; o intercâmbio de experiências entre professores e alunos – propiciado pelo fazer coletivo e a existência de um tempo e trabalho partilhados em um mesmo universo de prática e linguagem; as invenções de diferentes tempos e espaços na escola – mexendo com a ordem estabelecida no sistema escolar; que o professor pode também exercer um outro papel, diferente do estabelecido na hierarquia escolar, alguém que acompanha os alunos nas descobertas e corre riscos com eles e, finalmente, o cinema como elemento que deve estar na escola porque propicia a formação dos alunos.


            A banca ressaltou a qualidade do trabalho apresentado, destacando o texto bem escrito, a costura feita a partir dos achados no campo, a apresentação da metodologia, ressaltando que pode servir de inspiração para outros pesquisadores, além da importância do tema e do diálogo com os professores sujeitos da pesquisa para o campo da educação. A dissertação foi aprovada e recomendada para publicação.
Carmen Sanches (UNIRIO), sua orientadora da pesquisa, Adriana Hoffmann Fernandes, Joana, Adriana Frequet (UFRJ) e o professor Pedro Garcia (UCP)
Joana Milliet

25 de ago de 2014

Notícias da defesa da pesquisa "Jovens Youtubers: autoria e aprendizagens contemporâneas"

Jovens Youtubers: Defesa da Dissertação de Lucineia Batista

No último dia 13, aconteceu a defesa de dissertação Jovens Youtubers: autoria e aprendizagens contemporâneas, da mestranda Lucineia Batista, participante do nosso grupo. 

A pesquisa buscou conhecer um pouco mais sobre jovens produtores de vídeos, levantando os principais fatores que os levam a se relacionar com o audiovisual e apropriar-se dele, criando e recriando produtos culturais que põem em circulação, analisando aspectos sobre o que produzem, como produzem e os usos que fazem de sua produção. Foram investigados sete jovens, com idades entre 15 e 20 anos, que fizessem vídeos com regularidade, que não atuassem profissionalmente na área audiovisual, nem suas famílias. A pesquisa teve cunho qualitativo, com abordagem etnográfica, sendo realizada por meio de duas entrevistas adensadas, de aproximadamente 50 minutos cada.
Alguns achados apontaram para uma questão identitária, outros para as formas como aprendem de modo autônomo e em rede de pares, tendo de lidar com várias questões relativas ao mundo da indústria cultural, como o debate sobre autoria e direitos autorais, da ética e da negociação. Também mostrou a questão dos tempos precários, do consumo de aparatos tecnológicos enquanto pertencimento e símbolo de distinção entre eles.

 As professoras Rosália Duarte, da PUC-Rio, e Eliane Ribeiro, da UNIRIO, constituíram a banca, junto à prof. Adriana Hoffmann Fernandes, orientadora do trabalho.

A banca apreciou o trabalho, elogiando-o, ressaltando o ineditismo do tema, a metodologia utilizada na pesquisa e a boa redação. O capítulo 2, sobre pressupostos teóricos e metodológicos, pela sua clareza e descrição, foi indicado para leitura de outros jovens pesquisadores que tenham interesse em investigar por meio do sistema de rede. As professoras fizeram contribuições sobre formato e conteúdo e, ao final, o trabalho foi aprovado e indicado para publicação.


O grupo Cinenarrativas ganhou mais uma mestra: parabéns a todos os que participaram!


As fotos acima retratam alguns momentos desse dia tão especial. A primeira imagem é durante a defesa, seguida do parecer da banca e finalizando a comemoração da nossa nova mestra!

Lucineia Batista

21 de ago de 2014

Notícias da 13ª Jornada de Iniciação Científica

 A 13ª Jornada de Iniciação Científica da Unirio, que aconteceu entre os dias 12 e 15 de agosto, deu oportunidade de muitos bolsistas apresentarem seus subprojetos, inclusive duas integrantes de nosso grupo, Nilceia Lemos e Lucy Anna Diniz.

 Na última quarta feira (13 de agosto) a bolsista Lucy Anna Diniz apresentou o subprojeto de pesquisa "Cinema com áudio-descrição: Narrativas de Jovens Deficientes Visuais", contando de forma geral os primeiros passos de uma pesquisa realizada em parceria com a mestranda Margareth Olegário no Instituto Benjamin Constant.  Tal apresentação esclarece, até mesmo para nós, os contornos que nossa pesquisa vem tomando, e os caminhos que podemos seguir.

                                       Apresentação de Lucy Anna Diniz

No mesmo dia Nilcéia pôde apresentar os resultados de sua pesquisa com  o subprojeto intitulado "Formação de Professores e a Produção de vídeos:Reflexões sobre o processo formativo na Licenciatura em Pedagogia", apresentando a segunda fase de análise de entrevistas realizadas com 10 frequentadores do Cineclube Cine CCH com reflexões sobre a relação com o cinema em relação ao cotidiano e à produção de vídeos como parte da dimensão formativa dos estudantes de Licenciatura em Pedagogia.

                                        Apresentação de Nilcéia Lemos

Nas apresentações estavam presentes diversos estudantes e professores da instituição, bem como a avaliadora externa da área de educação, Rosália Duarte da PUC-Rio.

Lucy Anna Diniz e Nilcéia Lemos

7 de ago de 2014

13ª Jornada de Iniciação Científica


Esperamos por todos na 13ª Jornada de Iniciação Científica que será realizada nos dias 12, 13 e 14 de agosto. Nosso grupo de pesquisa será representado por Nilcéia Da Silva Lopes e Lucy Anna Diniz que apresentarão seu trabalho na pesquisa no dia 13, a partir das 14 horas. 
Para demais informações acesse a página do evento pelo link http://www2.unirio.br/unirio/iniciacaocientifica

Convite para as bancas de Agosto

No decorrer desse mês contaremos com quatro bancas das mestrandas do nosso grupo de pesquisa.


Lembrando que ocorrerão sempre na sala do mestrado que fica localizada no andar térreo do prédio CCH, na Unirio (ao lado dos caixas eletrônicos)
Para mais informações visitem o site do mestrado em educação da Unirio pelo link
http://200.156.24.143/index.php?mact=News%2Ccntnt01%2Cdetail%2C0&cntnt01articleid=145&cntnt01origid=15&cntnt01returnid=15

Estão todos convidados a prestigiarem nossas mestrandas. 

Endereço: Av Pauster, 485 - CCH - Urca - Rio de Janeiro - RJ 

30 de jul de 2014

4° CEPEM - organização do grupo com PPGEDUs

Em junho estivemos bastante envolvidos com a organização do 4° Colóquio e foi período de COPA. Nossas inscrições para o evento começaram em 15 de junho e encontram-se abertas até agora!


Apareçam e inscrevam-se!
Informações no site:

Adriana Hoffmann

24 de mai de 2014

Grupo na REDE KINO no CINEOP - programação aqui!

Na próxima semana o nosso grupo de pesquisa estará representado junto com alunos  da pesquisa e da extensão participando e apresentando do Seminário da REDE KINO.


Para maiores informações acessem a programação nos sites do CINEOP e da REDE KINO:

http://www.cineop.com.br

http://redekino.com.br/noticias/programacao-da-rede-kino-na-9a-cineop/

Equipe Grupo de pesquisa Cinenarrativas

19 de mai de 2014

Conversa com a Profª Rita Migliora sobre midiatização

Na reunião do grupo de pesquisa do dia 12 de maio, foram discutidas ideias de midiatização, mediação e recepção, a partir do texto de Laan Mendes Barros e tivemos a presença de outra convidada querida: a Prof.ª Dr.ª Rita Migliora, recém-doutora pela PUC-Rio. A conversa foi muito proveitosa pois tivemos esclarecimentos acerca desses temas, estabelecendo uma relação entre autores latino-americanos e europeus: Hall, Ortiz, Martin-Barbero, Silverstone, Canclini e Livingstone.

Segundo a Prof.ª Dr.ª Rita, a origem do conceito de midiatização está associada a Silverstone, um autor londrino que teve forte influência de Martin-Barbero. Seus estudos apontam a presença da mídia no cotidiano das pessoas. Essa influência faz surgir o conceito de domesticação, quer dizer, às formas que o sujeito se apropria da mídia, como ele incorpora os conteúdos da mídia, que pode fugir da proposta inicial de seu produtor. As novas relações entre público e mídia, fazem com que o primeiro não seja apenas um receptor.
Finalizando o encontro, nossa convidada comentou sobre o conceito de mundialização, onde Ortiz defende a existência de uma estética global, em que uma marca cultural não se contrapõe a outra, fazendo com que existam signos possíveis de serem compreendidos em diversas culturas.


O grupo presente e a prof Rita, nossa convidada desse dia.

São muitos os desafios e estamos caminhando na construção de novos olhares para a pesquisa!

Rio de Janeiro, 16 de maio de 2014.
Jamila Guimarães

17 de mai de 2014

Conversa com profª Tuca Cassino sobre cibercultura

No dia 28 de abril tivemos a presença de uma convidada especial: Prof Drª Helenice Ferreira carinhosamente conhecida por Tuca Cassino, recém-doutora pela UERJ esteve dialogando com nosso grupo de pesquisa e apresentou-nos sua pesquisa de doutorado. Sua pesquisa com foco em cultura digital foi realizada numa escola municipal  que fica situada no bairro da Tijuca, zona norte do município do Rio de Janeiro, a partir de oficinas com jovens. Esta escola oferecia as condições ideais para que ela desenvolvesse seu projeto que consistia em produções áudio visuais utilizando o celular. Foram muito boas as contribuições e reflexões que Tuca trouxe para nos ajudar a pensar nas pesquisas realizadas pelo grupo.

Muito bom poder compartilhar momentos de troca de conhecimento como esse!

Fernando Jorge

9 de mai de 2014

Eventos com inscrição aberta - Fórum REDE KINO e CIPA

Temos nesse período dois eventos com inscrições abertas que podemos trocar e pensar sobre pesquisa e sobre cultura do cinema. O primeiro deles FÓRUM DA REDE KINO que acontece no CINEOP ( Festival de Cinema de Ouro Preto) anualmente e encerra a inscrição hoje após prorrogação, dia 9 de maio. Maiores informações no site da REDE KINO: http://redekino.com.br/


Para quem quiser conhecer mais sobre o Festival de cinema acesse o site: http://www.cineop.com.br/

O outro evento IV CIPA Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)Biográfica  que esse ano está com a temática próxima de nossas discussões "Entre o público e o privado: modos de viver, narrar e guardar" encerra as inscrições com resumo no dia 12 de maio. Maiores informações no site: http://vicipariodejaneiro.com.br/

Aproveitem!

Adriana Hoffmann Fernandes


18 de abr de 2014

Conversa com prof Claudia Miranda e trocas sobre pesquisa



No dia 07 de abril de 2014 o grupo de pesquisa recebeu a visita da Professora Cláudia Miranda que trouxe contribuições na discussão do texto “A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo” Stuart Hall. A professora Cláudia iniciou a reunião falando sobre sua trajetória acadêmica e o interesse na pesquisa voltada para o negro brasileiro e nos ajudou a pensar na interculturalidade a partir do debate trazido por Stuart Hall. 

Após a discussão do texto a graduanda Renata Ferreira apresentou seu trabalho de pesquisa que deu início à escrita de sua monografia intitulado “As crianças, o cinema e suas narrativas fílmicas na escola do ensino fundamental” . A pesquisa tem como objetivo investigar as narrativas das crianças, o campo da pesquisa foi em uma escola municipal com alunos do 5º ano no bairro de |Oswaldo Cruz.Os alunos em parceria com a professora criaram um cineclube denominado Megacine.A pesquisa caracteriza-se em uma pesquisa intervenção, analisando o lugar que a criança ocupa no espaço da pesquisa.



Nilcéia da Silva Lopes                                                                                                                                                         

10 de abr de 2014

Pesquisa sobre cinema e jovens deficientes visuais

O grupo tem uma mestranda que está pesquisando no Instituto Benjamin Constant.  Recentemente, demos início ao campo de Margareth Olegário, cuja pesquisa visa tratar da relação dos jovens deficientes visuais com o cinema. Sua pesquisa ocorre junto comigo, Lucy Anna Diniz, bolsista de iniciação científica da UNIRIO. Fizemos uma exibição de um curta com áudio-descrição seguida de debate acerca do tema do curta, bem como da áudio-descrição e de alguns dos aspectos da relação dos jovens que estavam presentes e os filmes.

Estudantes do IBC assistindo ao filme.
Em breve realizaremos mais sessões como essa! As discussões iniciais já deram uma boa discussão!

Lucy Anna Diniz

4 de abr de 2014

11° Encontro de Pesquisa em Educação - Região Sudeste


Está aberto o prazo para todos os pós-graduandos prepararem-se para o Encontro de Pesquisa em Educação da região Sudeste que será realizado esse ano de 2014 em São João Del Rey, MG.

O site está em construção mas algumas informações podem ser obtidas por meio desse link no portal da ANPED.

http://www.anped.org.br/news/11o-encontro-de-pesquisa-em-educacao-da-regiao-sudeste-2014-12-a-15-10-sao-joao-del-rei

O site do evento é: http://www.anpedsudeste2014.com.br/

Até breve e boas preparações!

Adriana Hoffmann Fernandes