15 de dez de 2013

Notícias Mostra do EMI

Nosso último evento do ano foi um bom momento de compartilhar produções e pensar junto na Mostra de Educadores do EMI. Kelly Maia que defendeu esse ano apresentou sua pesquisa para os professores e respondeu a perguntas e teve retorno inclusive dos alunos com comentários a respeito do que trazia nos momentos de análise de suas falas, identificando-se com o que ela trazia.   A equipe parabenizou-a e agradeceu a importância do retorno dado sobre a pesquisa realizada na escola.

Depois da apresentação de Kelly - a professora Kelly Russo da UERJ FEBF e prof Adriana Hoffmann da UNIRIO fizemos comentários a respeito do pensar outra escola a partir dessas experiências vividas e compartilhadas.

Kelly Maia apresentando sua pesquisa aos professores

As professoras Kelly Russo e Adriana Hoffmann com nossa Kelly.

Ótimo evento, descontraído e leve, para encerrar bem o ano!!

Adriana Hoffmann

6 de dez de 2013

Convite Mostra do EMI - Encontro de Educadores Cinema e Educação

Na próxima semana de terça a sexta teremos a Mostra do EMI do Colégio Estadual D Pedro em Petrópolis. Durante toda a semana acontecerão exibições de filmes, debates e na sexta teremos o encontro de educadores nas quais nosso grupo estará representado pela prof  Adriana Hoffmann na mesa de debates e por Kelly Maia, que terminou seu mestrado em 2013, e apresentará sua pesquisa aos educadores, alunos e demais convidados presentes.



Maiores informações no blog
http://ensaioaudiovisualepsjv.blogspot.com.br/2012/12/iii-mostra-emi-colegio-estadual-pedro.html

29 de nov de 2013

Notícias do Congresso na UFF

De 04 a 07 de novembro de 2013 foi realizado na Universidade Federal Fluminense (UFF) o II Congresso Infâncias e Brinquedos de Ontem e Hoje, que congrega pesquisadores de diversas instituições do Brasil e aposta na necessidade de manter uma interlocução permanente entre as diversas ciências que se ocupam das infâncias e dos estudos que cercam as práticas infantis e envolvem o brincar e o brinquedo. Tem ainda a preocupação de promover espaços e tempos de diálogo e expressão com as crianças e para as crianças, pois são elas as protagonistas principais das pesquisas e interesses que buscam reunir.

As pesquisadoras Érica Rivas Gatto, Renata Ferreira e Renata Gazé, do grupo de pesquisa Cine Narrativas, estiveram presentes apresentando seus trabalhos. O Congresso propôs uma dinâmica diferente e que parece ter feito sucesso entre quem apresentou e quem ouviu e participou com suas colaborações. A proposta era uma roda de conversa para cada grupo de mais ou menos seis ou sete participantes apresentando seus trabalhos de pesquisa. A mediação acontecia de forma bem democrática, todos ficaram à vontade e foram contando sobre seus trabalhos sem o apoio de apresentações visuais em telas grandes e sem tomar muito tempo sem que o público presente pudesse participar também e dar suas contribuições.

Renata Gazé

5 de nov de 2013

Convite - Cinenarrativas no Congresso Infâncias e Brinquedos de Ontem e de Hoje

Convidamos a todos para assistir as apresentações das participantes do Grupo de Pesquisa:

Dia 05/11 às 16 h : 
 "As  crianças e suas relações com o cinema - Reflexões de uma pesquisa no Ensino Fundamental". Renata Ferreira

Dia 07/11 às 16 h:
 "Olhares e Narativas das crianças com os filmes: reflexões sobre infâncias, brinquedos e brincadeiras." Érica Rivas Gatto

"Crianças e Produção Audiovisual: brincar de criar narrativas com imagem também pode ser pesquisa." Renata Gazé

Nilcéia Lopes

Notícias - II Encontro de Educadores de Cinema e Vídeo e 5° Fórum Pensar a Infância

Nos dias 22 e 23 de outubro aconteceu o II encontro de Educadores de Cinema e Vídeo promovido pela UFF. A dinâmica deste evento foi a apresentação das experiências, trocas das vivências e debate das metodologias.
O Encontro de Educadores de Cinema e Vídeo tem como objetivo promover o encontro de educadores e educomunicadores que trabalham com: produção, exibição ou formulações teóricas de Cinema e do Vídeo em processos educativos e formativos.
Destaques: mesa 3 dia 23
A Professora Simone Batista (UNIMONTE - Santos. SP) apresentou seu artigo intitulado “Diálogos entre comunicação: a formação de educadores na sociedade midiática”, ressaltando a tecnologia como um campo que atravessa o campo político e econômico onde novas percepções estão em transformações, estamos vivenciando o mundo atravessado por mídias com muitas telas que nos conectam por redes sociais, estas novas telas trazem novas formas de configuração, nossas percepções estão em transformação, surge a necessidade de um diálogo entre comunicação e educadores/professores. A Professora trouxe para reflexão e debate a construção de processos formativos que possibilitem a experiência e construção de conhecimentos para exercício de mediação docente diante da produção simbólica midiática.
O Leandro Serra ( Projeto PIBID Geografia - UFF) apresentou seu projeto de pesquisa intitulado “Metodologias alternativas para o ensino de Geografia na Escola Municipal João Brasil”, ressaltando importância do trabalho construído em equipe e transformado em vídeo, a construção de uma horta na escola.


Entre os dias 21 e 24 de outubro aconteceu a 5ª edição do Fórum Pensar a Infância, no espaço Oi Futuro de Ipanema, com o objetivo de dialogar sobre as narrativas para a infância e os desafios do mercado e educação no cinema e seguiu com a proposta da troca de conhecimento e a busca pela excelência em novas safras audiovisuais dedicadas a infância através de encontros e reflexões com profissionais da área que oferecem suas experiências sobre criação, produção e distribuição de conteúdo audiovisual.
Destaques: Painel sobre Educação conduzido por Ana Dillon, dia 24
Mostrando diferentes formas de abordagens do audiovisual como instrumento de aprendizado, o painel Cineama e Educação conduzido por Ana Dillon (coordenadora de debates e da oficina "Minutos Lumiére" paea este mesmo evento e responsável pela concepção do projeto Imagens em Mocimento), debateu limites e possibilidades do cinema como recurso de apoio à educação dentro e fora da sala de aula.  O painel é um exercício de reflexão do uso dessas ferramentas em sala de aula compartilhando desafios didáticos, metodologias de ensino e reforçando um diálogo possível entre as crianças e a sétima arte.
O debate contou com a participação de Lilia Levy (pedagoga e responsável pelo projeto "A tela na sala de aula"), Marinete D'Angelo (diretora de Mídia e Educação da MultiRio) e Vanessa Castro (coordenadora pedagógica do "Cinema para Todos").
Lucy e Nilcéia

1 de nov de 2013

Mesa sobre Cineclubes - organização CINE CCH

O CINE CCH, projeto de extensão vinculado a esse grupo de pesquisa realizou ontem a mesa com apresentação de experiências de diferentes cineclubes, tanto os que articulam ensino, pesquisa e extensão nas Universidades como a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) como os que relacionam-se com ações culturais vinculadas a associações e centros Culturais  como a Associação Psicanalítica do Rio de Janeiro e  o Centro de Estudos sobre o Atual e o Cotidiano (CEAC) de Petrópolis.
Para maiores informações acessem o blog do CINE CCH que terá notícias em breve:  http://cinecch.blogspot.com.br/


16 de out de 2013

Bons eventos para pensar o Cinema e a Educação!

A todos nossos leitores,

Na próxima semana acontecerão dois bons eventos na área de Cinema e Educação com discussões bastante relevantes: o II Encontro de Educadores de Cinema e Vídeo e o Fórum Pensar a Infância.

Abaixo estão os cartazes com programação ou informações sobre os dois. Cliquem nos cartazes para visualizarem melhor e verem as informações de contato de cada um.



Bom proveito!

Adriana Hoffmann Fernandes

9 de out de 2013

Brincando de fazer cinema: foi dada a largada!

Um, dois, três e já! Pesquisa de campo em ação.

No último sábado, dia 05/10, iniciamos as oficinas que fazem parte da pesquisa “Crianças, cinema e narrativas audiovisuais” e que busca investigar a relação de apropriação das narrativas audiovisuais, especialmente o cinema, por crianças de 7 a 12 anos, em ambientes diferentes da escola e a partir das produções audiovisuais realizadas pelas próprias crianças.
Uma pesquisa que tem como base os conceitos de cultura, narrativa e infância. Entendendo que a cultura hoje constitui os sujeitos de forma diferenciada. Assim, em que consiste a cultura numa época de comunicação global, frente às diversas mídias e plataformas audiovisuais? Que narrativas as crianças produzem com o audiovisual a partir de seu relacionamento com as diferentes produções audiovisuais a que tem acesso?
Através de oficinas, a proposta então é apresentar possibilidades de criação e aprendizado com o cinema, a partir de produções audiovisuais realizadas através de brincadeiras e com a participação das crianças. E os primeiros passos nessa direção foram dados no último sábado. Brincamos, conversamos, aprendemos um pouco sobre as preferências e desejos de cada um. Trocamos experiências e iniciamos a criação de algumas histórias em formato de filmes.
Vejam um pouco da primeira oficina nas fotos







Os encontros continuam e as crianças de 7 a 12 anos serão sempre muito bem-vindas. A pesquisa é pensada junto com elas e sempre através de uma construção coletiva.
As próximas datas serão 19/10, 26/10, 23/11, 30/11 e 07/12.
As inscrições podem ser feitas enviando e-mail para oficinaunirio@gmail.com.
Nos vemos no próximo encontro!

Renata Gazé e Equipe.

4 de out de 2013

ANPED - notícias da 36ª Reunião Anual


Na semana de 29 de setembro a 2 de outubro aconteceu a 36ª Reunião Anual da ANPED em Goiânia na Universidade Federal de Goiás (UFG) no Campus Samambaia. Estive presente no GT 16 junto com professores e estudantes pesquisadores que apresentaram e debateram seus trabalhos. O encontro desse ano foi muito produtivo!

Quem quiser saber a programação e conhecer os trabalhos apresentados e debatidos na ANPED desse ano entre no link: http://36reuniao.anped.org.br/trabalhos/174-trabalhos-gt16-educacao-e-comunicacao

Adriana Hoffmann

18 de set de 2013

Apresentações no Seminário Vozes da Educação

De 02 a 04 de setembro aconteceu, no campus da UERJ de São Gonçalo, o Seminário Vozes da Educação: Formação Docente – experiências, políticas e memórias polifônicas, onde duas integrantes do grupo – Joana Milliet e Nilcéia Lopes – apresentaram comunicações.
O trabalho “Narrativas Animadas na Escola: refletindo sobre a produção de animação através da pedagogia de Frédérick Back” foi apresentado por Joana no dia 03 em uma mesa com comunicações que abordaram diferentes formas de narrativas na escola, além das relações entre mídia e educação. A apresentação de Joana trouxe uma reflexão sobre a produção de filmes de animação na escola a partir da análise da obra do animador Frédérick Back e do processo criativo do cineasta a fim de reconhecer caminhos possíveis para se pensar a pedagogia dos professores que produzem animação na escola. Ao fim das apresentações houve tempo para as perguntas da plateia e trocas entre os autores das comunicações.
No dia 04 foi a vez de Nilcéia apresentar o trabalho “Narrativas de Jovens Produtores de vídeos: contribuições na formação de professor”  que apresenta a análise inicial de entrevistas realizadas com jovens universitários do curso de Pedagogia frequentadores do Cineclube Cine CCH (UNIRIO), discutindo acerca dos modos de produção de vídeos dos jovens entrevistados e como se dá a relação deles com esse tipo de narrativa e expressão.


Joana Milliet e Nilcéia Lopes

11 de set de 2013

Notícias da qualificação Jovens produtores de vídeo – processos de autoria

No último dia 5 de setembro, o Cinenarrativas teve outra de suas mestrandas em banca de qualificação: Lucineia Batista. Sua investigação tem como sujeitos jovens que fazem vídeo de modo espontâneo e autônomo. Fizeram parte de sua banca as professoras pesquisadoras Eliane Ribeiro, da UNIRIO, especialista em juventude, e Rosália Duarte, da PUC-RJ, especialista no estudo das relações entre mídias e educação.

Esta qualificação teve como característica principal servir ao que se espera dela: orientar o novo pesquisador. Após a apresentação do extrato da pesquisa, várias questões foram suscitadas pela própria mestranda, especialmente, relacionadas a dois grandes temas: juventude e a aspectos da metodologia de pesquisa. A proposta do trabalho foi considerada pela banca oportuna pelo seu ineditismo temático e pela importância que assume o audiovisual e a internet em nossa sociedade, cada vez mais presente na vida de todos e, de modo sistemático, na vida dos jovens.

A professora Eliane Ribeiro, como não poderia deixar de ser, foi mais fundo nas questões relacionadas ao conceito de juventude, orientando que se trabalhe com o conceito de condição juvenil, descartando o critério etário. Indicou textos e autores sobre o assunto.

A professora Rosália, centrou suas observações em questões relacionadas ao audiovisual e à metodologia de pesquisa neste campo. Deu várias sugestões em relação ao critério de seleção dos jovens e seu quantitativo para a investigação que se pretende, além de inúmeras outras sugestões.


Todos os participantes saíram instigados pelas ideias apresentadas, tendo a banca de qualificação cumprido realmente sua função de ser um momento de orientação e reflexão para todos os participantes presentes.

Lucinéia Batista

10 de set de 2013

Lançamento de livros na área de Cinema e Educação

Nesse mês de setembro houve o lançamento de livros novos na área de Cinema e Educação organizados pelo grupo da prof Adriana Fresquet.
O lançamento foi dia  23 de setembro às 21 h no MAR.


Vale a pena conferirem!

Adriana Hoffmann Fernandes

3 de set de 2013

Convite para qualificação - 5.09

Convidamos todos os interessados a assistirem a banca de qualificação de Mestrado de Lucinéia Batista, integrante do nosso grupo de pesquisa.

TEMA: Jovens produtores de vídeos - processos de autoria
BANCA: Rosália Duarte (PUC-Rio) e Eliane Ribeiro (UNIRIO)
DATA: 5 de setembro
HORARIO: 15 h
LOCAL: sala do Mestrado - PPGEDU - UNIRIO
Av Pauster, 458 - térreo do CCH (Centro de Ciências Humanas e Sociais)

Para quem faz pesquisa a qualificação é um momento de cada um pensar sobre sua pesquisa a partir das discussões e valiosas contribuições da banca.

Adriana Hoffmann Fernandes

29 de ago de 2013

Grupo de Pesquisa Cinenarrativas no V Seminário Vozes da Educação

Na semana de 2 a 4 de setembro acontecerá o Seminário Vozes da Educação em São Gonçalo. O grupo de pesquisa Cinenarrativas estará representado pela participação de três das suas integrantes.

Narrativas Animadas na Escola: Refletindo sobre a Produção de Animação através da Pedagogia de Fréderic Back -Joana Millet - dia 03/09 a partir das 15:45h na sala 11 Narrativas e Experiências Atravessadas por Filmes no Cine CCH da Unirio - Thamyres Dalethese - dia 03/09 a partir das 15:45h na sala 11
Narrativas de Jovens Produtores de Vídeos: contribuições na Formação de Professores - Nilcéia - dia 04/09 a partir das 14h na sala 3 

Estão todos convidados! Maiores informações podem ser acessadas pelo site do evento: http://seminariovozes.com.br/

Nilcéia Lopes

Notícias sobre a 12ª Jornada de Iniciação Científica

Na semana de agosto aconteceu a 12ª Jornada de Iniciação Científica da UNIRIO. 



Mesa de abertura da Jornada

O nosso grupo de pesquisa foi representado pelas bolsistas de Iniciação Científica Renata Ferreira e Nilcéia Lopes que fizeram apresentações orais com a presença da professora avaliadora do CNPq. Os trabalhos apresentados (orais e posters) demonstraram os avanços e contribuições na produção científica. A Professora Rosália Duarte (avaliadora da área da Educação) apresentou considerações sobre as apresentações citando a qualidade crescente dos trabalhos, a relevância dos temas escolhidos pelos professores, a qualidade nos relatórios dos bolsistas (pontos comuns a todos os avaliadores).


Com um olhar mais individual, em nossas apresentações percebeu-se que houve a apropriação do tema para a área, o crescimento do diálogo teoria/ empiria, houve segurança na apresentação e os estudantes demonstraram domínio do conteúdo, boa síntese nos slides e investimento pessoal, buscando fontes. A Professora Rosália ressaltou a produção do conhecimento empírico junto ao orientador, parabenizando a todos os participantes da JIC.


Apresentação de Nilcéia Lopes

Apresentação de Renata Ferreira

O crescimento das nossas bolsistas só ressalta a importância da pesquisa na formação do professor!

Nilcéia Lopes  

15 de ago de 2013

Inscrições abertas para oficina com crianças na UNIRIO!

Para melhor visualização cliquem na imagem do cartaz para ampliação. As inscrições e informações devem ser feitas pelo e-mail informado no cartaz.

Renata Gazé

14 de ago de 2013

Notícias da Mesa Cinema e Educação

Sábado, dia 10 de agosto, tivemos a Mesa Cinema e Educação que contou com a presença de três convidadas especiais (ordem na mesa em foto abaixo): Maria Lucia Cunha, coordenadora da Escola de Cinema do INES, Luciana Bessa, coordenadora do projeto Cineclube nas Escolas (SME) e Rose Clair Matela, coordenadora do projeto Cinema e Sexualidade. 

A apresentação dos interessantíssimos projetos aqueceu um debate que se estendeu e que circulou os temas de inclusão/integração de estudantes especiais (provocada pelo projeto do INES) e políticas públicas que facilitam/dificultam a realização dos projetos (provocada tanto pelo projeto Cinema e Sexualidade quanto pelo projeto Cineclube nas Escolas) e apontaram a importância de pensarmos esse tema em nossas pesquisas.


O eventou deixou um gostinho de "quero mais".


 Momento de entrada...

A mesa no momento do debate...

O público presente

Lucy Anna Diniz

25 de jul de 2013

Notícias da qualificação de Joana Milliet



Na última segunda-feira Joana Milliet, integrante do grupo CineNarrativas, passou pela  qualificação de sua pesquisa de mestrado intitulada “Narrativas animadas na escola: o processo de criação de filmes de animação no contexto escolar” . A banca, composta pelas professoras Adriana Fresquet (UFRJ), Carmen Sanches (UniRio) e Adriana Hoffmann (orientadora), trouxe muitas contribuições para a pesquisa.
Após a apresentação de Joana, as professoras da banca ressaltaram o ineditismo da pesquisa e elogiaram a escrita do texto. Trouxeram importantes reflexões sobre o modo de se pensar a escolha dos sujeitos da pesquisa, sobre a metodologia de entrevistas, além da discussão, questão chave da pesquisa, sobre a criação de uma pedagogia por parte dos professores que produzem animação com seus alunos na escola. Os presentes na plateia comentaram a riqueza do diálogo ocorrido.
O grupo de pesquisa foi em peso prestigiar a Joana, apesar do trânsito caótico com a presença do Papa na cidade e muitos ressaltaram a importância de assistir qualificações e defesas para quem está passando pela experiência de realizar uma pesquisa.
Foi extremamente rico o diálogo com a banca e ficamos todos muito felizes e orgulhosos da atuação de nossa querida Joana que viveu muitos desafios e está dando conta de construir sua pesquisa vivendo esse processo de decisões e mudanças que encerram uma pesquisa!


Nas fotos aparece Joana apresentando, a banca fazendo comentários, Joana com os professores da banca ao final da qualificação e por fim os colegas que vieram prestigiar Joana na sua banca.
  
Joana Milliet e Adriana Hoffmann Fernandes

20 de jul de 2013

Notícias da defesa de Erica Rivas!

Essa semana tivemos a defesa de Erica Rivas, segunda mestranda do grupo a defender sua dissertação! Erica defendeu sua pesquisa brilhantemente e enfrentou várias perguntas difíceis sobre o fazer pesquisa, sobre as dimensões da pesquisa-intervenção e outras que deram o que comentar... Elogiaram a escrita fluente de Erica e a pesquisa destacou-se nos comentários como "redonda". Os muitos comentários e questões muitas vezes visavam ampliar o que poderia ser uma continuidade da pesquisa. Algo que Erica deixará como desafio para uma continuidade no Doutorado.

Na banca estavam as professoras Adriana Fresquet (UFRJ), Guaracira Gouvea e Maria Fernanda Nunes ( UNIRIO) e professora Adriana Hoffmann Fernandes (orientadora).

Praticamente todo o grupo de pesquisa que tem se encontrado periodicamente esteve presente prestigiando a defesa da colega que já se tornou amiga de todos, sendo recebida com carinho por todos.

O lanche ao final com o bolo delicioso feito pelas mãos da mãe da Erica deu o tom do encerramento nesse dia especial junto com as fotos que Erica montou e que vem a seguir com os diferentes momentos que mais a impactaram nesse dia.


As fotos em sentido horário retratam os seguintes momentos: ouvindo o parecer, com a parceria especial de Renata Ferreira, com o grupo de pesquisa, na apresentação no momento das questões da banca e a foto final com a banca.

                  Adriana Hoffmann Fernandes e Erica Rivas

10 de jul de 2013

Convite para bancas do grupo!

Nas próximas semanas teremos duas bancas de mestrandas do grupo de pesquisa.

Convido a todos os interessados nos estudos do nosso grupo para assistirem às bancas que acontecerão às segundas-feiras na sala do mestrado no térreo do CCH na UNIRIO (ao lado dos caixas eletrônicos).

15.07 - às 14 h
Defesa de dissertação de Erica Rivas Gatto
Título: Narrativas das crianças com os filmes: reflexões sobre infância e consumo a partir do cineclube Megacine

22.07 - às 14 h
Banca de qualificação de Joana Milliet
Título: Narrativas animadas na escola: o processo de criação de filmes de animação no contexto escolar

Endereço: Av Pauster, 485 - CCH - Urca - Rio de Janeiro - RJ 

Estão todos convidados!

Adriana Hoffmann Fernandes

6 de jul de 2013

Notícias dos lançamentos

             Nos eventos do VII REDES e Semana de Educação em que participamos tivemos o lançamento do livro "As crianças e os desenhos animados" de minha autoria - coordenadora do grupo de pesquisa Cinenarrativas e também o lançamento de um e-book Educação e Imagens II organizado por Aristóteles Berino e Conceição Soares com um capítulo escrito por Erica Rivas, mestranda do nosso grupo, Renata Ferreira, bolsista de iniciação Científica e eu, prof Adriana Hoffmann Fernandes. 
              Na UNIRIO a mesa com a presença dos convidados Marcos Magalhães, diretor do AnimaMundi, e prof Luiz Antônio Coelho, diretor do Departamento de Artes e pesquisador do PPG em Artes da PUC-Rio contou com um olhar aguçado dos convidados resultando inclusive na publicação da fala do prof Luiz Antônio Coelho na Revista Ponto Com: http://www.revistapontocom.org.br/materias/resenha-de-livro-3
             Agradecemos a todos que estiveram conosco prestigiando-nos nos lançamentos realizados nos dois eventos. Trago as fotos dos alunos envolvidos na pesquisa e na extensão e reitero o meu agradecimento aos muitos colegas professores que estiveram presentes e que não terei como trazer aqui neste curto espaço.
          Aproveitamos para trazer aqui um pouco das fotos dos dois eventos mesmo que não possamos colocar aqui todos os que estiveram conosco prestigiando de forma carinhosa esse momento!

 Abertura da noite pela prof Sandra Albernaz

 Algumas das nossas queridas integrantes do grupo de pesquisa.  

 Alguns dos nossos mais novos membros da equipe do CINE CCH.

  O início da mesa de apresentação da pesquisa que deu origem ao livro "As crianças e os desenhos animados".

 O público atento.

 Ao final nos autógrafos. Agradeço as professoras Elisangela e Tania que organizaram tão bem o evento de lançamento!

 Noite de lançamento na UERJ junto com muitos outros colegas pesquisadores. Muito cheio!

Com minha querida Maria Luiza, orientadora da pesquisa, que escreveu o lindo prefácio do livro.

Adriana Hoffmann Fernandes






             

5 de jul de 2013

Notícias da participação do grupo nos últimos eventos de junho

      Nesse mês de junho o grupo participou de dois eventos com apresentação de comunicações e realização de oficinas. As comunicações realizadas na IV Semana de Educação na UNIRIO e o Seminário Internacional Redes trouxeram várias possibilidades de trocas que ampliam os olhares sobre as pesquisas de cada um. 
De 3 a 6 de junho ocorreu na UERJ o VII Seminário Internacional- As redes educativas e as tecnologias: transformações e subversões na atualidade. Durante o evento, o grupo de pesquisa participou com comunicações que nos ajudaram a articular novas ideias e construir novos saberes.
A experiência do Redes proporcionou ao grupo um contato com outros pesquisadores e um espaço para se pensar sobre a linguagem audiovisual, além da contribuição da intersecção das mídias na expectativa de construção de novas narrativas. Esse espaço de diálogo e de construções compartilhadas nos propiciou o entendimento da importância da reflexão sobre nossas próprias experiências, bem como a imersão em outras dimensões de conhecimento na tessitura de novas redes.
Não pudemos registrar as apresentações de todos mas pudemos no retorno trocar sobre o que cada um experimentou nesses dias de Congresso e pensar as possíveis contribuições para as pesquisas assim como possíveis contatos de novas pessoas que ampliam nosso olhar ao quererem investigar e trocar conosco. De alguns desses conhecidos no Evento já devem surgir novos convites e possibilidades de troca com o grupo de pesquisa no segundo semestre.
Destacamos aqui a participação de Renata Gazé e Margareth Olegário, novas integrantes do grupo em 2013 que viveram pela primeira vez uma experiência de troca num evento. A postagem feita para relatar a oficina delas teve problemas mas o texto completo poderá ser lido aqui no blog da Audiodescrição: http://www.blogdaaudiodescricao.com.br/2013/07/o-principe-sem-sonhos.html

Renata Ferreira


3 de jun de 2013

Lançamento do e-book no Seminário Redes


Será lançado no VII Seminário Internacional – As Redes Educativas e as Tecnologias: transformações e subversões na atualidade o e-book “Educação e Imagens II: Currículos e Dispositivos de Produção e Circulação de Imagens”, organizado por Conceição Soares e Aristóteles Berino. Temos um capítulo publicado sobre a pesquisa desenvolvida no campo do ensino fundamental, em parceria entre Érica Rivas Gatto, Renata Ferreira e Adriana Hoffmann Fernandes!




Lançamento na UERJ (Campus Maracanã), no dia 03/06 às 20h.


Nos encontramos lá!




Érica Rivas Gatto.



29 de mai de 2013

Lançamento de livro! Não perca!

Na próxima semana teremos o lançamentro do livro "As crianças e os desenhos animados: mediações nas produções de sentidos", de Adriana Hoffmann Fernandes, em dois momentos: na segunda-feira à noite no "Redes" (na UERJ) e na quarta-feira à noite na IV Semana de Educação da UNIRIO.
Escolha o seu dia e venha nos encontrar!


Participação e convite para a IV Semana de Educação da UNIRIO

Entre os dias 03 a 09 de junho, a Escola de Educação da UNIRIO promoverá a IV Semana da Educação UNIRIO, que terá como tema "Educação: mudanças e continuidades".
Neste evento, acontecerão: mesas-redondas, com a participação de palestrantes da UNIRIO e de outras universidades.
Na ocasião, o grupo cinenarrativas, se fará representar com a comunicação oral de Thamyres Dalethese "Narrativas e experiências atravessadas por filmes no Cine CCH na UNIRIO" e Mirna Juliana acerca de "Cineclubes universitários e a formação de seus participantes".
As duas acontecerão na terça-feira, dia 04/06, à tarde.
Teremos também a oficina dirigida por Renata Gazé: "Livros Animados" (quinta-feira à noite) e outra oficina ministrada por Margareth Olegário: Livro e Vídeo - "O Pequeno Príncipe" (terça-feira à noite).
Para maiores informações, acesse:

 Margareth Olegário

28 de mai de 2013

Rumo ao Redes

Na próxima semana, de 03 a 06 de junho, acontecerá na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) o VII Seminário Internacional “As Redes Educativas e as Tecnologias”, desta vez com o tema “transformações e subversões na atualidade”.

O grupo de pesquisa estará presente no “Redes”, apelido pelo qual o seminário já se tornou conhecido entre nós, apresentando seus estudos e pesquisas e colaborando nas reflexões.

A proposta desta sétima edição do seminário é discutir a atualidade e as transformações e subversões nos conhecimentos, visão de mundo, tecnologias e redes educativas que as caracterizam.

As integrantes do grupo de pesquisa apresentarão seus trabalhos nos eixos “Estudos de Infância e Juventude: transformações e subversões na atualidade” e “Redes Educativas, Cotidianos e Práticas Culturais: transformações e subversões na atualidade “. Certamente vão colaborar para o enriquecimento das reflexões e para a troca de experiências entre colegas, estudantes e pesquisadores de áreas afins.

O trabalho da graduanda em Pedagogia Renata Ferreira busca entender como as crianças estabelecem sua relação com o cinema e que tipo de narrativas produzem a partir da participação em um cineclube criado na escola, que é parte integrante de uma pesquisa-intervenção realizada em parceria com a mestranda em Educação Érica Rivas, que apresentará seu trabalho trazendo reflexões acerca do conceito de infância discutido por diferentes pesquisadores e o conceito de infância trazido pelas próprias crianças de hoje, a partir da discussão de filmes que tem crianças como protagonistas.

Joana Milliet, mestranda em Educação, falará sobre a produção do cinema de animação na escola a partir da análise da obra do animador Frédérik Back.
Lucinéia Batista, também mestranda em Educação, falará sobre os desafios das tecnologias à escola da Contemporaneidade, a partir de algumas apostas feitas por François Dubet e Henry Jenkins.

Nilceia Lopes Lemos, graduanda em Pedagogia e Adriana Hoffmann Fernandes, doutora em Educação e Mídia, falarão sobre as produções de filmes por jovens universitários, com foco especial no cinema como aspecto de formação destes jovens e as contribuições deste público como sujeitos ativos e participantes de nossa cultura.

E, por fim, a mestre em Educação Kelly Maia Cordeiro, apresentará seu trabalho mostrando as relações que os jovens estabelecem com o cinema fora da escola e o que podemos perceber sobre o cinema no contexto da cibercultura.

Fique de olho nos dias e horários da apresentação de cada uma:
“As crianças e suas relações com o cinema – reflexões de uma pesquisa no ensino fundamental.” Por Renata Ferreira.
Dia: 05 de junho
Hora: 15h30 às 17h
Sessão 8 – Auditório PropEd

“Olhares e narrativas das crianças com os filmes: reflexões sobre a infância”. Por Érica Rivas.
Dia: 05 de junho
Hora: 15h30 às 17h
Sessão 7 – Sala 10032D

“Animação na escola: refletindo sobre a arte da animação através da pedagogia de Frédéric Back”. Por Joana Milliet.
Dia: 06 de junho
Hora: 15h30 às 17h
Sessão 33 – Sala 10050D

“Desafios das tecnologias à escola da Contemporaneidade: um diálogo com François Dubet e Henry Jenkis.” Por Lucinéia Batista.
Dia: 06 de junho
Hora: 13h30 às 15h
Sessão 27 – Auditório Artes

“O cineclube CineCCH e a produção de vídeos por universitários – reflexões iniciais.” Por Adriana Hoffmann Fernandes e Nilceia da Silva Lopes Lemos.
Dia: 06 de junho
Hora: 13h30 às 15h
Sessão 9 – Sala 12104F

“Interações dos jovens sobre cinema na cibercultura”. Por Kelly Maia Cordeiro.
Dia: 06 de junho
Hora: 13h30 às 15h
Sessão 30 – Sala RAV 114

Nos vemos lá!

Renata Gazé

21 de mai de 2013

Recebendo convidada do PROPED e Rompendo Barreiras- UERJ


Como grupo estamos sempre fazendo parcerias na construção das pesquisas que realizamos numa dimensão coletiva. As pesquisas do grupo não visam apenas a si próprias mas são pensadas em conjunto e constituem-se em parcerias teóricas, epistemológicas ou até mesmo de campos de pesquisa. Dessa forma, construir parcerias é parte da constituição de um grupo de pesquisa.

Foi pensando no nosso papel como integrantes de um grupo que se solidariza e atua em conjunto com seus integrantes, para além (apenas) da pesquisa individual de cada um, que convidamos e recebemos Valéria, mestranda do PROPED e coordenadora do Programa Rompendo Barreiras da UERJ, para falar de como tornar os textos (e-) acessíveis para pessoas cegas ou com baixa visão. Temos esse ano no grupo a entrada de Margareth e nossa parceria com ela nesse momento está sendo buscar formas de melhorar essa comunicação. A palestra/conversa de Valéria conosco no grupo foi nesse sentido de orientar-nos em relação ao envio de materiais que possam ser lidos por Margareth.

A consultoria de Valéria foi valiosa pois mostrou-nos que tornar um texto acessível é algo que deveria ser meta de todos os que postam e publicam materiais na rede. Através de sua história, seus relatos e suas orientações pudemos tirar dúvidas e – cada um do grupo - experimentará de forma responsável, as orientações dadas nos envios de materiais que formos disponibilizar, tendo sempre esse cuidado com nossa nova leitora.

Obrigada Valéria por suas orientações! Sucesso no seu projeto que ajuda a tantos estudantes da UERJ e de outras Universidades! Parabéns pelo trabalho realizado!

Adriana Hoffmann Fernandes 

7 de mai de 2013

Daniel Suárez no IX Encontro com pesquisadores do PPGEDU-UNIRIO



No IX Encontro de pesquisadores, no dia 29/04/13, a professora Dra. Cláudia Fernandes, coordenadora do mestrado em educação da UNIRIO, abriu o encontro trazendo a boa notícia sobre a parceria que está sendo firmada entre a UNIRIO e a UBA (Universidade de Buenos Aires), que possibilitará maior aproximação com os estudos desenvolvidos por estas universidades, prevista ainda para este ano letivo. Assim, passou a palavra à Dra. Carmen Sanches, vice-coordenadora do PPDEDU, responsável pela vinda do professor Dr. Daniel Suárez, atual diretor da faculdade de educação UBA, que falou sobre Investigação Educativa e Redes de Formação Docente: questões de pesquisa. Ele nos trouxe reflexões sobre pesquisa em Educação, levantando questões sobre a conversação em torno de narrativas docentes, práticas escolares e investigação pedagógica. Como contribuir para os docentes constituam não só uma comunidade de práticas, mas também de conhecimentos?
 
Daniel Suárez defende a perspectiva da investigação-ação co-participativa entre docentes e pesquisadores acadêmicos ou profissionais, para a recriação da memória pedagógica da escola. Ou seja, os educadores também são coautores no processo de pesquisa, a partir de suas experiências pedagógicas no cotidiano escolar, num intercâmbio de conhecimentos entre educadores e academia.

Outro ponto levantado foi a importância da narrativa. A narração supõe um caráter mais democrático do que outras formas de saber. Todos narramos, todos somos contadores de histórias, e os professores são excelentes contadores de histórias, que ficam confinadas ao recreio, à sala dos professores etc. A narrativa na pesquisa é uma forma de preservação da memória, de sistematização e produção de conhecimento pelos docentes que vivem experiências que, de outro modo, ficam restritas ao ambiente escolar, sem publicização e contribuição para o debate público sobre educação.

Suárez apontou, ainda, quais os procedimentos adotados por ele nesse tipo de pesquisa: escrever, ler, comentar e conversar em grupo de pares, voltando para a reescrita, releitura, novas conversas e comentários, num processo espiral, no qual se aprofunda a escrita, a reflexão sobre a prática docente e sua leitura. Assim, todos se repensam e repensam suas práticas no processo de investigação participação-ação, com a circulação do saber em coautoria com os próprios docentes narradores. Sublinhou que este procedimento só se torna possível em um ambiente institucional que o propicie. A ideia é de construção coletiva, num processo de autoformação, conformação e de ecoformação.
Essas reflexões, por vários motivos, colaboraram com o aprofundamento das discussões do grupo, que se dedica ao estudo das narrativas, quer pelo viés da recepção, quer pela produção audiovisual. Numa situação ou em outra, a narrativa assistida ou feita por ele mesmo é elemento constituidor formador dos sujeitos, ao compartilhar da narrativa de outros ou ao narrar sua história. Os sujeitos, nossos pesquisados, narram-se pelos seus vídeos, pelas escolhas do que assistem, pelas falas que trazem no contexto da pesquisa... Tornar públicas essas narrativas é dar a conhecer um pouco mais de nós mesmos, da educação, da nossa sociedade e de nossa cultura. Suárez traz, ainda, pontos significativos para pensarmos sobre o próprio processo do “pesquisar”: a relevância das questões de investigação para os sujeitos pesquisados, o respeito ao saber desse sujeito na pesquisa, a possibilidade de se olhar a pesquisa como processo de formação do pesquisador e do pesquisado, numa troca mútua de saberes e construção conjunta. Esses (entre outros) aspectos levantados na palestra nos ajudam a repensar nossa atuação como investigadores das ciências sociais e sua especificidade.

Margareth Olegário e Lucineia Batista
Foto: Igor Helal

Para conhecer mais:
SUÁREZ, Daniel. Docentes, narrativa e investigación educativa: la documentación narrativa de las prácticas docentes y la indagación pedagógica del mundo y las experiencias escolares. In:   SVERDLICK, Ingrid (org.) La investigacion educativa: uma herramienta de conocimiento y de acicón. Buenos Aires: Noveduc.